14/09/2019 às 15h09min - Atualizada em 14/09/2019 às 15h09min

Conheça o Comunicaciones (ARG), rival do Bauru na final do Interligas 2019

Com sede em Mercedes, na província de Corrientes (Argentina), o Comunicaciones pode ser considerado um time com história recente.

Por Redação - Com LNB
Comunicaciones vai para sua terceira temporada na elite do basquete argentino(Divulgação/Club Regatas Corrientes)

Em um torneio realizado entre as Ligas Nacionais do Brasil e da Argentina, nada mais justo do que uma final com um representante de cada país. De um lado, o Sendi/Bauru Basket, invicto na primeira fase jogando em casa, do outro o Comunicaciones, que também venceu todos os seus jogos na etapa da semana passada.

Bom, conhecemos bem o representante brasileiro da grande final deste sábado (14/09), que será realizada no Ginásio Panela de Pressão, às 18 horas (ao vivo no BandSports e no Facebook do NBB). Mas e o Comunicaciones? De onde é? Está há quanto tempo na elite do basquete argentino? Como o time joga? Quem são os principais atletas?

Para tirar essas dúvidas, estudamos e analisamos mais sobre a história e os atuais destaques do time argentino que disputa o título do Interligas 2019, além de contar com algumas análises especiais de quem viu a equipe de perto. Confere aí e conheça mais sobre o próximo adversário do Dragão!

“Novato” na elite argentina

Com sede em Mercedes, na província de Corrientes (Argentina), o Comunicaciones pode ser considerado um time com história recente. Isso porque a equipe estreou na elite do basquete argentino apenas na temporada 2017/2018, ou seja, está no caminho de seu terceiro ano na principal competição do país.

Para chegar até lá, o time amarelo e preto disputou duas edições da divisão de acesso, o antigo TNA (Torneio Nacional de Acesso), com direito ao título na temporada 2016/2017, que rendeu a vaga na primeira divisão da La Liga Argentina.

No ano de estreia na elite do basquete argentino, o Comunicaciones terminou a fase de classificação na 18ª colocação (13 vitórias e 25 derrotas), posição que não rendeu vaga aos playoffs, mas garantiu a permanência na competição para o próximo ano.

Na temporada 2018/2019, já sob o comando do treinador Ariel Rearte, que segue até hoje, a equipe da cidade de Mercedes conseguiu encaixar melhor seu jogo e os bons resultados foram aparecendo. Com boa parte do elenco atual presente, o Comunicaciones terminou a primeira fase na quarta colocação.

O tradicional Libertad Sunchales (13º) foi o adversário nas oitavas de final, em série decidida apenas no Jogo 5, com a classificação inédita da equipe para a próxima etapa. Já nas quartas, contra o Ferro Carril (5º), outra série de cinco partidas, mas dessa vez com vitória para o rival.

Intensidade e bolas de 3 pontos: como joga o Comunicaciones

Na primeira fase do Torneio Interligas 2019, o Comunicaciones venceu seus três compromissos e garantiu a vaga na grande decisão do campeonato. Dois desses adversários foram brasileiros: o Pato Basquete e o Universo/Brasília, além do confronto argentino com o Regatas de Corrientes.

Nada melhor do que saber como a equipe joga através de análises feitas pelos treinadores que já os enfrentaram, casos de Dedé Barbosa (Pato Basquete) e André Germano (Brasília).
Dentre os pontos levantados pelos dois técnicos, alguns são unânimes, como a boa organização do time e o bom aproveitamento nas bolas de longa distância, principalmente com o experiente ala/armador Selem Safar, de 32 anos, que já teve passagens pela seleção argentina.


Figura 1Safar é um dos principais nomes do Comunicaciones (Divulgação/Club Regatas Corrientes)Safar é um dos principais nomes do Comunicaciones (Divulgação/Club Regatas Corrientes)

Além dos pontos coletivos, o treinador Dedé Barbosa ainda destacou outros jogadores de papel fundamental no jogo do Comunicaciones, como os norte-americanos Gadson e Kyle Davis. Para ele, a decisão não será fácil, mas o Bauru tem condições de conquistar o título no Panela de Pressão.

“O Comunicaciones é um time bem montado e bem armado. Eles sabem ditar o ritmo do jogo, possuem ótimos chutadores, principalmente os alas Safar e Defelippo, que são arremessadores muito bons. O norte-americano canhoto, Gadson, também é muito bom jogador, além dos armadores que conseguem comandar a partida, o Guerra e o norte-americano Davis, que é muito intenso nos jogos e bom marcador. É um time muito sólido, não será fácil de ser batido, mas acredito que o Bauru tenha plenas condições de conquistar o título”, avaliou o treinador do Pato Basquete.

Já André Germanou ressaltou o jogo moderno da equipe, com muita intensidade defensiva e velocidade nas transições, além dos conceitos ofensivos e movimentações para resultar em arremessos de longa distância. Mesmo sem contar com dois pivôs altos em Corrientes, o comandante do Brasília gostou do nível de jogo do time argentino.

“Eles mostraram uma intensidade de jogo muito boa, com uma forte defesa, pressionando a saída de bola, e muita velocidade nos contra-ataques. Também possuem um ótimo aproveitamento nos 3 pontos, com muitos conceitos, cortes e passes extras. É uma equipe inteligente, percebe-se que os jogadores estão jogando juntos há um bom tempo, com bom entrosamento e sincronia em quadra. Mesmo com os desfalques de dois pivôs na Argentina (Crawford e Bortolin), eles mostraram um nível de competição muito bom”, afirmou André Germano, do Brasília.


André Germano ressaltou intensidade do Comunicaciones nos jogos (Dikran Júnior/Divulgação)

A palavra de Demétrius 

“O Comunicaciones é uma grande equipe, muito sólida, que joga um basquete consistente. Eles possuem jogadores de muita qualidade, com altíssimo nível técnico individual somado ao jeito sólido que os argentinos jogam coletivamente. Um armador muito rápido, um lateral que mete bola e já jogou na seleção argentina, que é o Safar, o Crawford, que é um pivô muito forte, o Gadson, um norte-americano com qualidade de decisão acima da média, além dos outros que compõem bem a equipe”

“Será uma partida em que precisaremos ter atenção redobrada, porque sabemos que para vencer o título teremos que jogar 100% do tempo em um alto nível de basquete, sem margens de erro. Vamos em busca disso, treinamos bem durante a semana e esperamos executar da melhor maneira na partida para sermos campeões”


Demétrius Ferracciú acredita em um confronto difícil na final do Interligas (Victor Lira/Bauru Basket)

“Estamos estudando as características deles, o que fazem no coletivo e no individual. É um time muito forte e será um desafio muito grande minarmos eles de fazerem o que sabem. Mas está todo mundo focado e com vontade de trazer esse título histórico para Bauru”
 

Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp