01/10/2019 às 22h15min - Atualizada em 01/10/2019 às 22h15min

Treino militar, eletroestimulação e outros: antes de subir aos palcos e competir, atleta testa métodos pare ficar em forma “Alguns são enganação”

Cidiane revelou que a maior atração desse método é o resultado rápido que promove no corpo graças às sessões de estímulos aeróbicos intercalados com exercícios de força.

Por Redação
A ex-dançarina Cidiane Freitas/Divulgação | CO Assessoria

A ex-dançarina Cidiane Freitas quer entrar de cabeça nas competições do mundo fitness. Para isso, resolveu testar métodos que hoje são a sensação das academias .

O treino militar, virou que é febre e se inspira nos treinos de soldados pode ser feito até em parques sob o nome de boot camp.

Cidiane revelou que a maior atração desse método é o resultado rápido que promove no corpo graças às sessões de estímulos aeróbicos intercalados com exercícios de força.

“O difícil é que você já tem que ter um condicionamento físico, não é um treino para iniciantes”, falou.

Outro treino testado pela Cidiane foi com eletroestimulação muscular. Apesar de o exercício simular o impulso nervoso, contração do musculo sem necessidade de força, ela disse que nem sempre os resultados podem ser o que as pessoal esperam.

“Podem ser uma enganação, os vendedores também fazem promessas que não tem lógica. Por exemplo, emagrecer, acabar com a celulite e produzir colágeno. A gordura não “morre eletrocutada”, ela é eliminada por um processo complexo de quebra e oxidação”, explicou.

cidiane (2).jpegA ex-dançarina Cidiane Freitas/Divulgação | CO Assessoria

Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp